Tudo que você precisa saber sobre adubos foliares

Compartilhar

O que são adubos foliares e como eles diferem dos adubos tradicionais?

Os adubos foliares são diferentes daqueles que colocamos no solo. Enquanto os adubos de terra levam um tempinho até que as raízinhas absorvam os nutrientes, os adubos foliares trazem uma refeição direta para as folhas!

Isso porque quando pulverizamos os adubos nas folhas, os nutrientes como nitrogênio e fósforo são rapidamente absorvidos pela superfície delas. Dessa forma, as plantinhas não precisam mais “pedir” pros nutrientes subirem pelo caule vindo das raízes, elas recebem tudo na bandejinha direto nas folhas.

Além dos nutrientes principais, os adubos foliares contêm micronutrientes importantes como zinco e cobre. São só pequenininhos, mas fazem toda a diferença no crescimento saudável. E uma vantagem é que em poucos dias já dá para ver os resultados, quando precisamos dar um reforço rápido nas plantinhas.

Claro que os adubos de terra ainda são ótimos para nutrição a longo prazo, mas os adubos foliares são perfeitos como um complemento, para hortaliças e flores. Assim garantimos que tudo o que elas precisam esteja disponível na hora certa.

Nutrientes importantes para o crescimento saudável: quais são os principais componentes dos adubos foliares?

Tudo que você precisa saber sobre adubos foliares

Saber quais nutrientes são essenciais para o crescimento das nossas plantinhas é fundamental para usarmos os adubos foliares da melhor maneira. Vou listar aqui os principais e como eles ajudam no desempenho.

O nitrogênio é talvez o mais importante deles. É o “combustível” das plantas – elas precisam de nitrogênio para formar proteíninhas, clorofila e outras coisas muito importantes. Adubos com muito nitrogênio estimulam o crescimento das folhinhas e hastinhas.

O fósforo é essencial para a formação de raízes, flores e frutinhos. Ajuda também no comecinho das plântulas. Plantinhas com falta de fósforo crescem devagarzinho e são mais suscetíveis a doenças.

O potássio é um nutriente fundamental para fortalecer e resistir as plantas. Ele ajuda a resistir a estresses como secas e praguinhas, além de melhorar o sabor e textura de muita verdura e legume.

Também temos os micronutrientes como zinco e cobre, que as plantinhas precisam em menor quantidade. Cada um desempenha um papel fundamental nos processinhos internos, afetando a saúde caso falte. Se houver falta desses micronutrientes, podem aparecer folhinhas amareladas ou manchinhadas. É como se a planta estivesse doentinho ou desnutrida. Por isso é legal garantir que o adubo foliar tenha esses micronutrientes, mesmo em pequenininhas quantidades, para manter as plantinhas fortes e bonitinhas.

Como escolher o adubo foliar certo: dicas e truques

Achar o adubo foliar ideal para as plantinhas do seu quintal requer um pouco de teste, mas algumas dicazinhas podem ajudar a acertar. Preste atenção cada planta está se desenvolvendo. Se as folhinhas estão verdinhas e saudáveis, é sinal que está bem nutrida. Agora se começarem a amarelar ou apresentarem manchinhas, pode ser que esteja faltando algum nutri

Escolha fertilizantes orgânicos equilibrados que contenham nitrogênio, fósforo e potássio – os principais macronutrientes das plantas. Também forneça pequenas quantidades de micronutrientes como zinco e magnésio, essenciais para o crescimento saudável.

Outra dica é ler os rótulos com cuidado. Procure adubos equilibrados nos nutrientes básicos. Mas não se esqueça dos micronutrientes também, como zinco e magnésio. Eu gosto de usar um adubo completo na maioria das vezes, mas também mantenho alguns específicos por perto caso precise dar um reforço em algo.

Quanto à aplicação, menos é mais. Comece com metade da dose indicada e aumente gradualmente se precisar, para não dar um choque nas plantinhas. E lembre-se que adubo foliar é só para as folhinhas mesmo – evite respingos no solo, senão pode queimar as raízes. Também é legal pulverizar de manhãzinha ou à tardezinha, para que os nutrientes sejam absorvidos antes do calor do dia.

Dicas de aplicação eficazes: como usar adubos foliares para maximizar o crescimento

Aplicar os adubinhos foliares da maneira certa é fundamental para maximizar o crescimento das plantinhas. Uma dica importante é ler as instruções do fabricante com cuidado – cada adubo pode ter uma concentração diferente, e colocar demais pode queimar as folhinhas.

Costumo diluir o adubo em bastante água, tipo umas 3 colherzinhas de sopa para cada litro. Isso ajuda a distribuição ficar bem uniforme pelas folhas. Outra dica é adubar sempre de manhãzinha ou no final da tardezinha, para evitar que o sol queime as folhinhas antes delas absorverem tudo.

Tenho uma latinha velha que uso para pulverizar. Começo pelas bordas e vou fechando o círculo até completar toda a plantinha, de cima a baixo. Incluo inclusive o lado de baixo das folhas, que às vezes a gente esquece. Repito isso umas 2 ou 3 vezes por mês, de acordo com o ritmo de crescimento de cada planta.

Plantas grandes como tomateiro ou pimentão, faço em 2 etapas pra garantir que tudo seja direitinho. Já vi também gente que coloca o adubo em um garrafinho com água e rega direto, em vez de pulverizar. O importante é sempre manter um cronograminha!

Adubos foliares mais indicados:

Facebook Comments Box
Bruna Silva
Bruna Silva
Artigos: 528